Agenda CulturalSalvador - BA

O público feminino tem mais uma chance para realizar a inscrição na Batalha do Pagode do EPA!

53views
O público feminino tem mais uma chance para realizar a inscrição na Batalha do Pagode do EPA!

O público feminino tem mais uma chance para realizar

 a inscrição na Batalha do Pagode do EPA!

As meninas que ainda não se inscreveram para a Batalha do Pagode da 2ª edição do EPA! –Encontro Periférico de Artes – têm mais uma chance, as inscrições foram prorrogadas para o público feminino até o dia 08 de novembro.

As vencedoras da Batalha serão premiadas. As primeiras colocadas da categoria receberão R$ 700. O prêmio para o segundo lugar é de R$ 400,00. A inscrição para a Batalha do Pagode é gratuita e pode ser feita pelo site http://experimentandonus.wixsite.com/danca/epa

A batalha do Pagode será realizada no domingo (18/11), no Teatro Gregório Mattos, a partir das 14h. A competição faz parte da programação do EPA!. O Encontro será realizado entre os 12 e 18 de novembro e tem como proposta a valorização da arte negra e periférica.

A programação vai contar com Literatura Negra, Cinema, Exposição, Dança, Oficinas, Performances, Intervenções e a tradicional Batalha do Pagode. Todas as atividades são gratuitas e serão realizadas em diversos espaços como Estação da Lapa, Escola Nelson Mandela, em Periperi, Espaço Xisto, Escolas de Dança da Funceb e da UFBa e Teatro Gregório de Mattos.

Neste ano, o EPA vai promover o intercâmbio entre  artistas de várias origens e trajetórias, trazendo convidados do Ceará, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Paraguai. As atividades evidenciam a pluralidade artística do evento,  com diversas ações e atrações, sempre buscando fomentar a produção das artes negras.

Pocket show – Dão

A abertura oficial do EPA! será no dia 12 de novembro no Teatro Gregório de Mattos, a partir das 19h com apresentação pocket show de Dão, cantor baiano que é referência da black music no Brasil.

O EPA! é mais uma realização da ExperimentandoNus Cia de Dança. O encontro visa a disseminação da arte negra e periférica, através de varias linguagens artísticas.  O projeto conta com a direção de Bruno de Jesus e Inah Irenam.

O projeto foi contemplado pelo Edital de Apoio a Grupos e Coletivos – 2016. Tem  apoio financeiro do Estado da Bahia, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Fundação Cultural do Estado da Bahia e Secretaria de Cultura da Bahia.

Gostou do Conteúdo? Deixe seu Like


Deixe seu Comentário